São Domingos Sávio

A Comunidade de São Domingo Sávio, localizada no bairro Cidade Jardim, em Campo Grande (MS), nasceu no ano de 1988, quando o padre Mário Panziera, na época, pároco da Paróquia São José, começou a celebrar missas todos os sábados, a partir das 17h. No início as celebrações aconteciam com um grupo pequeno de moradores do bairro, no Centro Comunitário mesmo. Depois de várias tentativas frustradas de se construir uma capela em um terreno cedido pela prefeitura, foram comprados dois terrenos da Ordem dos Frades/Capuchinhos, onde se encontra construída a atual igreja. 

Em 1992, com a fundação da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, desmembrada da Paróquia São José, a comunidade, então denominada São Domingos Sávio, por sugestão de um jovem, passou a pertencer à nova paróquia. 

Para propiciar ajuda à nova paróquia e seu pároco, foi feito um acordo com a Paróquia-mãe, a São José, para que esta continuasse dando assistência pastoral com seus vigários – Padres Salesianos. 

Neste mesmo ano, o padre

Antônio Secundino – SDB, juntamente com a comunidade deram início às obras da Capela que foi inaugurada com a primeira missa, no dia 03 de abril de 1993 (celebração de Ramos). A mesma recebeu sua primeira visita à Pastoral, realizada por Dom Vitório Pavanello, em 1994.

Os padres que se dedicaram à comunidade foram os Salesianos: Padre Mário, Padre Carmelo, Padre Orlando e o Padre  Ervino; Diocesanos: Padre Washington e Padre  Pedrinho.

Em 2000 foi adquirido o terreno vizinho. A partir de 2001, com a posse do Pároco Padre Paulo Vital e como vigário o Padre Jayme, sendo substituído pelo Padre Oralino; a partir de 2003, houve uma reorganização dos Conselhos de Pastoral e Administrativo, bem como das pastorais e movimentos, surgindo o grupo de coroinhas, a oficina de Santa Rita, a Legião de Maria. E a Missa aos domingos. 

Em 2002, a partir da doação de um galpão pré-moldado teve início a construção do Centro de Catequese e Salão Comunitário, concluída, em parte, em 2004 pela Empresa Cobel. 

Em março de 2007 reformulou-se o presbitério e seus móveis, trocando o sacrário e fechando com muro a fachada do salão. No ano seguinte, em 2008, Dom Vitório realizou sua segunda visita pastoral.

Aos 06 de março foi fundado o Grupo Jovem da Comunidade denominado: Jovens em Missão com Cristo/JMC. O Grupo em 2009 idealizou e realizou a 1ª Romaria Paroquial para Aparecida e Canção Nova, Copa de Futsal entre Paróquias e o Dia Missionário da Juventude – realizado no Bairro Noroeste. 

Em 2010 se realizou o término da ampliação e reforma da igreja que incluiu: capela para confissões, espaço para os músicos, faltando ainda o término do Salão Comunitário que inclui mais salas para a catequese, fachada com a torre, sala para o dízimo, sacristias etc. 

No dia 1º de maio de 2011, com a fundação da Paróquia Nossa Senhora da Abadia no Bairro Chácara Cachoeira, a comunidade passou a pertencer à mesma marcando, assim, mais uma etapa de sua história. Em participação e estrutura, a Comunidade tem crescido ao longo destes anos.

O Santo

Com uma vida muito simples, Domingos realizou, em poucos anos, a experiência de um caminho de santidade, verdadeira obra-prima do Espírito Santo e fruto do método educativo de São João Bosco.

Nasceu em Riva de Chieri, na Itália, em 2 de abril de 1842, numa família pobre de bens materiais, mas rica de fé. A sua infância ficou marcada pelo acontecimento de sua Primeira Comunhão, cheia de fervor, feita aos sete anos de idade, e pelo constante empenho no cumprimento do dever.

Com doze anos, o acontecimento decisivo: encontra São João Bosco, por quem é acolhido no Colégio como pai e guia seguro, para fazer os estudos secundários, descobrindo, então, os horizontes mais altos da vida: de filho de Deus; na amizade com Cristo e Maria, lança-se na aventura da santidade, entendida como uma doação total a Deus, por amor.

Reza, estuda com afinco, é o mais amável entre seus colegas. Sensibilizado pelo ideal do ‘‘Dai-me Almas’’ de São João Bosco, quer salvar a alma de todos; funda a Companhia da Imaculada, da qual saíram os melhores colaboradores de São João Bosco. De todos os meninos do Oratório, Domingos Sávio foi amigo e por todos se interessou; aconselhava os companheiros e os fazia chegar sempre mais perto de Deus. Na “Companhia da Imaculada” procurava: “fazer todo bem que podia aos outros; dar bons exemplos, vivendo a caridade, a piedade e ocupando bem o tempo. Tudo isto levava a um só objetivo: ajudar os colegas a viver na graça de Deus”. Adoecendo gravemente na idade de quinze anos, volta à cidade de Mondonio (Asti), onde vem a morrer serenamente, no dia 9 de março de 1857. Foi beatificado pelo Papa Pio XII em 5 de março de 1950 e por este mesmo papa canonizado em 12 de junho de 1954. É o Santo Jovem que é modelo para todo jovem e de todos quer ser amigo. Também de você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE